Vida ou Morte?

Segundo especialista, quando alguém decide tirar sua própria vida, na realidade, não deseja morrer.

Estude na Bíblia:

A verdade sobre a morte

A cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A organização afirma que 90% dos suicídios podem ser prevenidos já que, para cada suicídio, houve 26 tentativas.

Entrevista com especialista

Ana Carolina Negreiros

Psicóloga e orientadora educacional

Como identificar um comportamento suicida?

Ana Carolina Negreiros (ACN): É sempre bom ficar atento, pois todo suicida apresenta sinais. Ele sempre dá um grito de socorro, seja com palavras ou atitudes. Se alguém usa frases como: “não vejo razão para continuar vivendo”, “quero morrer” e “minha vida não tem sentido”, não ignore, porque são sinais evidentes. Os casos mais difíceis de identificar são os das pessoas que usam álcool ou drogas, pois elas podem se suicidar num momento de alucinação ou num momento de surto devido ao uso abusivo destas substâncias. Sendo assim, quando se trata de um dependente químico, é sempre bom ficar de olho.

É importante observar os que sofrem de depressão severa ou transtorno bipolar. A tristeza profunda e a falta de sentido, podem levar o indivíduo a querer livrar-se da dor. No caso do transtorno bipolar, ambas as fases (tanto mania, quanto depressão) são perigosas. Na fase da mania, as pessoas têm atitudes exageradas que diminuem seu medo da morte como, por exemplo, andar em alta velocidade e fazer uso de substâncias perigosas em exagero, ocorrendo um suicídio não intencional. Já na fase da depressão, devido à oscilação do humor, a pessoa age como se estivesse na depressão severa.

“É importante perceber que o processo da decisão ao suicídio é progressivo”, diz Ana Carolina Negreiros.

Como agir quando alguém quer cometer suicídio e não aceita ajuda?

ACN: Uma conversa com os familiares pode ser um tipo de ajuda, pois eles ficarão mais atentos e podem até convencê-lo a buscar ajuda profissional.

Tente encontrar a razão que ainda o mantém vivo, que pode ser um filho ou um outro familiar. Use estas pessoas para ajudá-lo a encontrar uma razão para lutar. Se você ouvi-lo, acolher e amar, já será uma grande ajuda.

Quando alguém conta que quer se matar, na verdade, essa pessoa ainda está procurando alguém para lhe oferecer uma razão para não fazer isso. Então, sempre vale a pena se interessar. Só devemos tomar cuidado com a maneira como fazemos isso, pois frases do tipo: “você não tem motivo para estar assim” e “você tem tudo” só atrapalham ao invés de ajudar.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 10% da população mundial comete atos de violência contra o próprio corpo.  Em 2015, por exemplo, o suicídio foi a terceira causa que mais matou adolescentes no mundo. Segundo as estimativas, cerca de 67 mil pessoas morreram neste ano.  Mas esta não é uma prática apenas de países de terceiro mundo. Em continentes economicamente estáveis, como a Europa, o suicídio também aparece entre as principais causas de mortes entre adolescentes.

Assista ao vídeo e entenda quais são as principais causas de suicídio:

No dia 15 de julho de 1974, a jornalista e apresentadora Christine Chubbuck cometeu suicídio durante a transmissão ao vivo do talk show matutino Suncoast Digest. A história trágica foi registrada em um longa metragem lançado em 2016, já que os vídeos originais foram confiscados.

Estes casos são incomuns, entretanto, o assunto é de muita preocupação para os especialistas. Há entre 10 a 20 milhões de tentativas de suicídios não-fatais a cada ano no mundo, segundo um estudo do jornal de psiquiatria, World Psychiatry.

Em maio de 1947, a jovem americana Evelyn McHale se atirou do ícone Empire State Building. Seu corpo caiu sob uma lemosine estacionada em frente ao prédio. Apesar da queda de 170 metros ter sido fatal, Evelyn não sofreu aranhões. Seu corpo permaneceu intacto, estendido sob o veículo completamente amassado. Após ter sido fotografada, a foto foi publicada pela revista Life como “O Suicídio Mais Bonito”. A imagem causou repercussão no mundo inteiro, principalmente porque “um ato como este jamais poderá ser considerado algo belo”, segundo dezenas de declarações do mundo todo.

Em 1978, membros da seita estadunidense, Peoples Temple, liderada por Jim Jones, da Guiana, promoveu o suicídio coletivo de 918 pessoas, incluindo 270 menores de idade.

Em janeiro de 2012, na China, 300 funcionários da Foxconn, fabricante do Xbox 360, ameaçaram um suicídio coletivo se as reivindicações do grupo não fossem atendidas. Felizmente, o protesto terminou com um acordo entre a empresa e os funcionários.

Os dados sobre suicídio obrigaram a OMS a fazer um comunicado e a reconhecer o suicídio e as tentativas como uma prioridade na agenda global de saúde. Além disso, a organização incentivou os países a desenvolver e reforçar estratégias de prevenção, quebrando tabus sobre o assunto.

Por isso, foi criada a campanha mundial Setembro Amarelo com o objetivo de falar abertamente sobre o assunto e de prevenir que mais casos ocorram. O dia 10 de setembro também é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Quiz

Você socializa facilmente?

Você tem transtornos bipolares?

Você se corta propositalmente?

Você já sofreu algum tipo de trauma grave? (Ex.: abuso sexual, presenciou uma morte, separação dos pais)

Você faz uso de antidepressivos, ansiolíticos e afins?

Você tem dificuldades para dormir?

Como você está se sentindo neste momento?

Você está feliz e com o estado emocional bastante saudável. Tem fé e amigos, o que o(a) ajuda a se sentir amado(a) e completo. Mas com certeza sabe de pessoas que estão enfrentando momentos difíceis. Que tal contagiá-las com sua alegria e com seu otimismo? Ofereça seu ombro amigo, coloque-se à disposição para fazer o dia de alguém mais feliz.

Ah, compartilhe com seus amigos essa visão bíblica sobre o suicídio: Saiba Mais.

Você precisa procurar ajuda. Apesar de as coisas estarem difíceis no seu coração, sempre existe esperança. Você é o(a) único(a) que pode dar o primeiro passo para ser feliz. Não desista dos seus sonhos. Olhe ao seu redor e dentro de você, veja quantas oportunidades existem para ser feliz. Saiba o que a Bíblia fala sobre suicídio: Saiba Mais.

Ah, sabia que existem dezenas de pessoas dispostas a te ajudar? Clique aqui

Você já pensou em procurar ajuda? Uma terapia, amigos e família podem te ajudar a ter mais dias melhores que ruins. Não permita que a tristeza e os pensamento ruins tomem conta da sua vida. Valorize as coisas boas da vida e supere os momentos ruins. Mesmo assim, é bom saber você saber que existem pessoas que querem te ajudar. Clique aqui para conversarmos.

Ah, você sabia que a Bíblia também fala sobre suicídio? Pois é, clica aqui e entenda.

O que é recomendado para quem se sente depressivo e precisa buscar ajuda?

ACN: É necessário procurar um psicólogo e psiquiatra para verificar fatores neurológicos e necessidade de medicação. Recomendo seguir o que for proposto por estes profissionais, pois muitos dão o passo de buscar ajuda mas não colocam o tratamento em prática. Esforçar-se neste sentido pode ajudar muito. Além de psicóloga, sou uma cristã, e acredito que buscar a Deus também pode fazer toda a diferença.

O suicídio não é um assunto recente. Historicamente, culturas e raças praticam o suicídio como forma de transcendência ou porque desistiram de viver. A Bíblia também conta histórias de homens depressivos e como eles superaram seus desejos de morte. Saiba mais